Sorry but this form will not work without cookies enabled. Please adjust your browser settings to enable cookies to continue. For more information on how to do this please see ourPrivacidade & Política de Cookies.

EMERGENCY NOTICE
  • The British College of Brazil

    Nossa comunidade é composta por mais de 38 nacionalidades diferentes, que se encontram por meio de interesses comuns, internacionalismo e excelência acadêmica.

    Our School

  • Cidadãos globais ambiciosos

    Nossos alunos estão interessados no mundo. Eles têm a mente aberta e são pessoas cuidadosas que refletem sobre tudo o que fazem para contribuir positivamente para o mundo em que vivem.

    Students

  • Qualificados e Inspiradores

    Recrutamos os melhores professores para inspirar seus filhos em um mundo em constante mudança!

    Teaching staff

  • Um ambiente de Aprendizado Global e Personalizado

    Uma grade curricular que incentiva todos os alunos a serem cidadãos globais responsáveis, alunos independentes e ambiciosos para si e para os outros.

    Learning

  • Confira o que está acontecendo na escola!

    Confira o que está acontecendo na escola todos os dias e saiba mais sobre as oportunidades únicas para os alunos.

    Sailing

  • Inscreva-se agora!

    Nosso Departamento de Admissões está aberto durante o ano todo e nós adoraríamos saber mais sobre seu filho e suas expectativas. Agende sua visita hoje!

    Admissions

  • Gostaríamos muito de ouvir você!

    Nossa equipe dedicada e gentil terá o prazer em ajudá-lo com qualquer dúvida.

    Contact us

Mr.Timothy Jones

Timothy Jones

History Teacher

  • Bacharelado em Desenvolvimento Rural do Leste Asiático (MA); Pós-graduação em História (PGCE); Educação Internacional (Mestrado em Educação - em andamento)

 

O The British College of Brazil é uma comunidade pequena e compacta. Temos o privilégio de conhecer todos os alunos no secundário. Como professor, esta é uma incrível oportunidade de ensinar de acordo com as necessidades e interesses dos alunos, criando um conteúdo programático inclusivo, estimulante e desafiador.

Depois de concluir os Níveis A em História, Política, Língua Inglesa e Estudos de Mídia na minha escola secundária local em Worcestershire, Inglaterra, mudei-me para o Vietnã para trabalhar como professor de inglês em uma universidade local e depois para uma fazenda na Austrália. Estas mudanças tiveram uma influência profunda em minha vida e em meus objetivos. Ao retornar ao Reino Unido, comecei a graduação em História, com ênfase na história política e econômica moderna e foco maior no Império Britânico e na União Soviética. Ainda na graduação, também comecei a estudar teoria do cinema. Para minha dissertação, usei representações da Primeira Guerra no cinema como uma lente para estudar desenvolvimentos políticos na União Soviética. Depois de me formar em História, mudei-me para cursar os Estudos de Desenvolvimento em um mestrado, com o objetivo de trabalhar com o Sudeste Asiático. Minhas especialidades foram o desenvolvimento do Sudeste Asiático com a língua tailandesa e o desenvolvimento rural / agrícola. Trabalhei com um grupo de ONGs bases na Tailândia para realizar pesquisas sobre os impactos da construção de barragens hidrelétricas no rio Mekong e a subsistência de comunidades ribeirinhas. Tendo saciado meu interesse pelo trabalho de campo, voltei ao Reino Unido para trabalhar para ONGs. Eu me vi fazendo um trabalho de engajamento educacional e rapidamente me apaixonei por estar em sala de aula. Consegui garantir uma posição no programa de treinamento Teach First e conquistei uma Pós-graduação (PGCE) em História através do Instituto de Educação da UCL. Minha paixão por pedagogia e educação foi despertada e trabalhei em escolas como Chefe do departamento de História na Zona Leste de Londres. Atualmente estou à frente do departamento de Humanas do BCB.

Eu adoro aprender e isso me levou à pós-graduação, atualmente estou estudando para meu segundo mestrado. Eu quase nunca leio ficção. Minhas áreas de interesse atualmente são o desenvolvimento de civilizações; desenvolvimento econômico sustentável e economias com crescimento zero; conquista e libertação da América do Sul; educação intercultural e teoria pós-colonial.

Eu sou apaixonado por música. Eu trabalho com alunos do ensino secundário em um projeto de banda de rock que me dá a chance de reviver minha juventude. Passo o maior tempo possível ouvindo música e indo a shows. Eu também sou apaixonado por culinária e jardinagem; eu gosto de cultivar somente coisas que podem ser comidas e estou cada vez mais interessado nos valores medicinais e nutricionais das plantas. Eu também sou fascinado por filmes e seu valor como artefato cultural. Eu gosto especialmente do cinema japonês dos anos sessenta e do que é considerado Slow Cinema. Estou à frente do International Award do BCB porque adoro fazer trilhas e essa é uma ótima oportunidade para eu ter contato com a natureza. Aprendi recentemente a fabricar cerveja e fazer cerâmica, duas novas habilidades que espero desenvolver nos próximos anos. Eu parei de correr maratonas e quero algo para preencher esse vazio – talvez velejar e andar de bicicleta.


O que os alunos dizem:

"O Sr. Jones é divertido em suas aulas, mas também é sério e eu realmente gosto do material acadêmico que ele nos dá, ele é engraçado e ilustrativo. Eu também tenho boas conversas com o Sr. Jones, e essa é uma ótima qualidade em um professor. Eu sempre fico ansiosa pelas aulas dele."

Bertha, 8a

"O Sr. Jones é muito engraçado. Ele sempre espera o melhor de nós e nos ajuda a entender as coisas quando não conseguimos sair do lugar. Ele faz as lições serem muito legais e eu digo isso porque na minha antiga escola o professor de história era muito chato. Eu realmente amo história nesta escola por causa do Sr. Jones. Ele explica as coisas com muita clareza e está sempre disponível para nós. Ele garante que todos se envolvam na lição. Ele faz aulas justas para todos. Ele é muito gentil e sério quando precisa ser."

Gabriella, 8B

"O que diferencia o Sr. Jones de todos os outros professores é o quanto ele se preocupa com os alunos, a ponto de tentar fazer qualquer coisa para ajudá-lo sempre que tiver dificuldades. Isso me ajudou muito na História do IGCSE, tenho desenvolvido muito tanto como historiador quanto como pessoa."

Gustavo 11A